Friday, 31 July 2015

Palácio Anadia

O núcleo original do Palácio Anadia remonta ao séc. XVII, correspondendo ao solar da Quinta de Recreio de São João dos Bem Casados. Objecto de ampliações, demolições e remodelações ao longo dos tempos (final do séc. XVII, séc. XIX e séc. XX), somente no 1º quartel do séc. XVIII, esta propriedade foi parar às mãos dos Senhores de Anadia, advindo daí o nome do Palácio. 
Classificado como Imóvel de Interesse Municipal, trata-se de um exemplar de arquitectura residencial barroca palaciana, de planta longitudinal, composto pela articulação de 3 corpos rectangulares, separados por pilastras de cantaria, demarcando-se o corpo central, mais estreito e destacado, no qual se rasga o portal nobre, de verga curva larga, com base de cantaria e guarda em ferro forjado, de finais de Setecentos. Este eixo central surge coroado por frontão triangular com pináculos nos acrotérios e a pedra de armas dos Sás-Anadias ao centro do tímpano. 

No interior merecem destaque: os silhares de azulejos e pinturas murais do núcleo seiscentista; o programa decorativo novecentista de estuques polícromos da Sala de Bilhar e da galeria do 1º piso; e a actual capela, construída em 1884, que integra alguns elementos da anterior capela de São João dos Bem Casados (demolida para corrigir o alinhamento da rua), nomeadamente a porta de acesso do exterior datada de 1689, o altar em talha e as guardas em madeira entalhada e polícroma, que protegem o coro e o altar, sendo já de finais do séc. XVIII o seu retábulo-mor. (cm-lisboa.pt)

Rua Silva Carvalho, 345-347 [ant. 1908]
Fotógrafo não identificado, in A.M.L.


No comments:

Post a Comment

Web Analytics