quarta-feira, 8 de julho de 2015

Palacete Valmor

Prémio Valmor de 1906, trata-se de um imóvel projectado pelo arquitecto Miguel Ventura Terra para a Viscondessa de Valmor e construído a partir de 1905 por José Francisco Tojal. É um dos ex-libris da Avenida, referente à primeira fase da sua construção, representando um dos períodos mais produtivos da carreira do seu arquitecto.
Esta moradia mereceu da crítica a melhor apreciação relativamente à sua integração urbana e ao emprego de altos relevos decorativos em pedra de influência parisiense, o que para a época se revelava de uma importância singular, atendendo às críticas que receberam as primeiras construções projectadas para a expansão de Lisboa. 

Avenida da República, 38,  esquina da Av. Visconde de Valmor [c. 1906]
Paulo Guedes, in A.M.L.

A inserção concavada do edifício neste lote confere uma importância acrescida ao espaço defronte da entrada, precisamente na zona de esquina, para onde foram desenhadas duas placas ajardinadas ladeando o eixo principal. A planta do edifício é em forma de quadrado, onde se inscreve um hemiciclo que possui a zona de átrio e distribuição horizontal e vertical.
Em 1983 foi transformado no restaurante de luxo do «Clube de Empresários», depois de exemplares obras de reabilitação. Trata-se, efectivamente, de uma das já raras moradias das Avenidas Novas, que mantêm uma função urbana muito importante.

Avenida da República, 38,  esquina da Av. Visconde de Valmor [c. 1940]
Ferreira da Cunha, in A.M.L.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Web Analytics