Saturday, 19 December 2015

Rua Áurea - Iluminações de Natal

A 5 de Novembro de 1760 foi iniciada em Lisboa a prática de atribuição de nomes de ruas por decreto. Neste diploma D. José estabelece a denominação dos arruamentos localizados entre a Praça do Comércio e o Rossio, bem como regulariza a distribuição dos ofícios e ramos do comércio no mesmo local. Sobre esta rua ficou decidido:
«Nela se acomodarão os Ourives do Ouro, alojando-se nas acomodações que dele sobejaram os Relojeiros e Volanteiros.» E é assim que a rua passa a ser identificada pelo vulgo como Rua do Ouro.

Rua da Prata, Rua Áurea. iluminações de Natal [195-]
[Casa dos Espartilhos

Judah Benoliel, in AML

3 comments:

  1. Pedia o especial favor, caso seja possível, da localização da foto: Será entre as travessais da R. da Vitória e R. São Nicolau? Há ali traços que me parecem familiares, mas persistem dúvidas. Volto a enfatizar, se possível?

    Um abraço
    Manuel Paula

    ReplyDelete
    Replies
    1. É isso mesmo. Quarteir-ao R. Vitória e S. Nicolau,

      Delete
  2. Caro Senhor,muito obrigado por ter dissipado as minhas dúvidas, relativamente ao quarteirão da R, Áurea descrito e explicitado . A belíssima foto,faz-me recuar 55 anos...então, se me permite, alguma estória sobre a rua e mais especificamente o referido quarteirão,que eu tive o privilégio de vivenciar e interagir quotidianamente, por ter sido grumo na "Barbearia Palácio Elegante, nessa rua e posteriormente na Barbearia Rosa de Maio na R. São Nicolau:no passeio da esquerda, chamo a atenção,para uma pessoa sentada junto de uma montra, nesse espaço funcionava o "Cambista Costa" ,o seu proprietário, salvo erro, fora dirigente, do SLB,aliás a loja cambista, estava sempre cheia de históricos do Clube da Luz,nessa altura o Benfica, passeava a sua classe pela Europa,Berna e Amesterdão era algo recente. Continuando o raciocínio,um bocadinho mais à frente, segue-se uma perfumaria; depois, não sei se já lá estava a distintíssima loja de roupas "Santos e Santos", seguindo-se a bela Barbearia Palácio Elegante, quase encostado,um pequeníssimo relojoeiro; seguindo-se outro cambista o Montenegro Chaves; a papelaria Fernandes e a papelaria Progresso, já a abraçar a R. da Vitória. No passeio de frente(lado direito)haveria de instalar-se(ou já estava instalado), o Banco Português do Atlântico, no centro do quarteirão e parte da R.de S.Nicolau.
    Nesse passeio,havia, também uma pastelaria/Charcutaria "Finisterra" e,a Farmácia Barral.Quase à esquina com a R.Vitória, outro Cambista e a Farmácia Teixeira Lopes(que ainda lá está).Lembro-me também de uma Loja de brinquedos. Bom, pelo menos em 1962/63 estas lojas e instituições estavam lá todas(hoje, praticamente todas desaparecidas). A foto em questão, penso que contempla a maioria das antigas lojas que eu indico, tenho dúvidas relativamente ao Banco Português do Atlântico, se nessa foto já lá estava? Não é muito percetível.

    Obrigado
    Um abraço
    Manuel Paula


    ReplyDelete

Web Analytics