Friday, 4 December 2015

Rua Camilo Castelo Branco, 33-37

A passagem do quartel de Bombeiros Voluntários Lisbonenses da Rua das Flores nº 95, para a Av. Duque de Loulé nº 111-113 acontece em 4 de Janeiro 1914, onde as condições de instalação terão melhorado; em 27 de Dezembro de 1912 tinha sido doado à Associação pela CML um terreno para a construção do quartel na rua Gomes Freire, mas nunca foi aproveitado pela sua pequena dimensão e localização), até que em 30 de Agosto de 1921 foi assinada a escritura da compra do terreno na Rua Camilo Castelo Branco, cujas instalações foram inauguradas em 10 de Maio de 1925. (bvlisbonenses-pmacieira.blogspot.pt)

Rua Camilo Castelo Branco, 33-37 [c. 1925]
Sede dos Bombeiros Voluntários Lisbonenses
Ferreira da Cunha, in AML

Camilo Castelo Branco (1825–1890) é um dos expoentes máximos da Literatura Portuguesa. Órfão de pai e mãe ainda criança, instalou-se no Porto em 1844 para estudar Medicina. Em 1845, estreou-se na poesia e no teatro. Em 1855, tornou-se o principal redactor de O Porto e de Carta. Em 1858, foi eleito sócio da Academia Real das Ciências de Lisboa. Dirigiu a Gazeta Literária do Porto em 1868. Das suas obras, destacam-se: A Queda de um Anjo (1866); Mystérios de Lisboa (1854); Amor de Perdição (1862); A Queda dum Anjo (1865) e A Brasileira de Prazins (1882).

1 comment:

  1. you are in point of fact a good webmaster. The website loading velocity
    is amazing. It kind of feels that you're doing
    any unique trick. Moreover, The contents are masterpiece.
    you've performed a great task in this subject!

    ReplyDelete

Web Analytics