sábado, 5 de dezembro de 2015

Rua Braamcamp, 5 e 7

O topónimo homenageia Anselmo Braamcamp Freire (1849-1921). Político, foi ministro da Fazenda (1862), da Marinha e Ultramar (1866) e da Marinha (1868). Foi ainda líder do Partido Progressista (1875), ministro dos Negócios Estrangeiros (1879), para além ter orientado com Oliveira Martins, em 1885, o movimento político Vida Nova, de oposição a Fontes Pereira de Melo.

Rua Braamcamp, 5 [Início séc. XX]
Casa da Cerâmica

Paulo Guedes, in AML

 Na esquina com a Rua Mouzinho da Silveira, a «Casa da Cerâmica», um palacete a fazer lembrar a Lisboa da «Belle Époque», demolido por volta de 1950.

Rua Braamcamp, 7 com a Rua Castilho [Início séc. XX]
Neste local encontra-se actualmente o Edifício Braamcamp ou Franjinhas, prémio Valmor de 1971
Fotógrafo não identificado, in AML

Na imagem acima, além da Rua Braamcamp, vê-se ao fundo, a Rotunda - hoje Praça Marquês de Pombal - e a Avenida Fontes Pereira de Melo, e no começo da mesma, do lado direito, o palácio Sabrosa e o palacete Gabriel José Ramires.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Web Analytics