sexta-feira, 4 de março de 2016

Cais da Lingueta e Beco do Penabuquel

Este arruamento Cais da Lingueta, noutros tempos mencionado como «Boqueirão da Lingueta» ou «Travessa do Cais da Lingueta».
Lingueta é o nome dado à pequena ladeira ou rampa ao pé da qual se arrima a embarcação para receber ou despejar gente nos embarcadouros, pelo que o arruamento Cais da Lingueta, que liga a Rua do Jardim do Tabaco à Avenida Infante Dom Henrique fixa na memória de Lisboa o antigo Cais do tempo em que o mar aqui chegava.

Cais da Lingueta [1944]
Ao fundo, do lado de lá da Rua Jardim do Tabaco, vê-se o arco do Beco do Penabuquel, 
uma das antigas portas da muralha Fernandina
Eduardo Portugal, in AML

Sigamos os passos do olisipógrafo Norberto de Araújo e «Enfiemos agora pelo Beco do Penabuquel, palavra que — pelo que ... deve ser corruptela de qualquer vocábulo arabe, ou de outra expressão portuguesa, cujo sentido original se perdeu. (...)
O mais curioso e decorativo do Beco é o seu arco de comunicação, última reminiscência, talvez, dos restos da muralha da Cêrca de D. Fernando, que corria do Chafariz de Dentro até ao Postigo da Pólvora, situado no actual Largo do Museu de Artillharia, para subir às Portas da Cruz.»
(ARAÚJO, Norberto de, Peregrinações em Lisboa, vol. X, p. 98)

Arco do Beco do Penabuquela [1944]
Eduardo Portugal, in AML

Sem comentários:

Enviar um comentário

Web Analytics