Wednesday, 23 March 2016

Rua dos Anjos, antiga estrada de Santa Bárbara

De acordo com o olisipógrafo Norberto de Araújo «Todos os prédios do Largo de Santa Bárbara, do lado nascente, e cujas traseiras caem sobre o Regueirão, assim como os da Rua dos Anjos, são muito anteriores à urbanização moderna, e datam em grande parte de reedificações logo a seguir ao Terramoto. 

Rua dos Anjos [1954]
Antiga Rua Direita dos Anjos

Fernando Martinez Pozal, in AML

Alguns têm na fachada as típicas caravelas lisboetas, que falam como uma data, outros notam-se ainda sobrepostos ao nível actual da rua, mais alto cêrca de noventa centímetros do que era em 1840. Há mesmo um dêles, n.º 62 do Largo [de Santa Bárbara], datado de 1747.»
(Norberto de Araújo, Peregrinações em Lisboa, vol. IV, p. 77)

Rua dos Anjos [1954]
Antiga Rua Direita dos Anjos

Fernando Martinez Pozal, in AML

O olisipógrafo Luís Pastor de Macedo, na sua obra Lisboa de Lés-a-lés, descreve do seguinte modo o remoto historial deste topónimo: 
« Nome por que actualmente é conhecida parte da antiga estrada de Santa Bárbara. Em 1712 Carvalho da Costa designa-a por rua acima da Igreja até o lugar de Arroios, incluindo também nesta designação a actual rua de Arroios. Passando depois a ser denominada rua Direita dos Anjos, fixou-se a sua extensão por edital do governador civil de 1 de Setembro de 1859, a qual ficou compreendida entre os largos do Intendente e de Santa Bárbara.  (...).»

Caravela foreira, Largo de Sta. Bárbara [c. 1949]
Eduardo Portugal, in AML

No comments:

Post a Comment

Web Analytics