Wednesday, 20 April 2016

Faculdade de Ciências Médicas, antiga Escola Médico-Cirúrgica

A Escola Médica, no seu edifício actual, foi inaugurada em Abril de 1906, tem como autores o engenheiro Cabral Couceiro e o arquitecto José Maria Nepomuceno, que foram substituídos depois pelo arquitecto Leonel Gaia, que deu uma variante ao primeiro risco, e pelos engenheiros Abecassis e Borges de Castro.
No interior, esta escola é ornamentada por pinturas de Colunbano - «Sala do Concelho», Veloso Salgado - «Sala dos Actos Grandes», Malhoa, António Ramalho e silhares de azulejo da autoria de Jorge Colaço.

Campo dos Mártires da Pátria, 130  [Início séc. XX]
Faculdade de Ciências Médicas, antiga Escola Médico-Cirúrgica

José Chaves Cruz, in AML

Foi neste edifício que decorreu o XV Congresso Internacional de Medicina, realizado em Lisboa de 19 a 26 de Abril de 1906. Este evento científico teve a participação de cerca de 2000 congressistas portugueses e estrangeiros. Foi seu presidente o conselheiro Costa Alemão, lente da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra e secretário geral, o Prof. Miguel Bombarda, que teve a seu cargo a organização do Congresso. Foram fomentados e desenvolvidos estudos científicos, além de ter possibilitado uma projecção da medicina portuguesa a nível mundial.
A Escola Médica constituiu, desde 9 de Maio de 1911, a Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa.

Campo dos Mártires da Pátria, 130  [c. 1906]
Faculdade de Ciências Médicas, antiga Escola Médico-Cirúrgica; primitivo monumento ao dr. Sousa Martins

José Artur Bárcia, in AML

No comments:

Post a Comment

Web Analytics