Friday, 22 April 2016

Antigo Edifício da Alfândega de Lisboa

Imponente edifício público pombalino, situado na margem do Tejo, construído entre 1765-68 para Celeiro Público, com cais privado, já desaparecido. Este vasto edifício  de três pisos desenvolve-se em forma de uma gigantesca cruz. Apesar de ter sofrido obras posteriores que, de certa forma, alteraram a percepção do conjunto, os princípios da funcionalidade e regularidade pombalinas estão aqui presentes num grau muito elevado.

Avenida Infante D. Henrique [Início do séc. XX]
Edifício da Alfândega, fachada para a antiga Rua João Evangelista, hoje Avenida Infante Dom Henrique, 36-36G
Joshua Benoliel, in AML

De destacar a fachada sul, de grande solidez para suportar a pressão da carga e descarga das toneladas de cereais que aí eram deixadas pelos barcos que desciam o estuário do Rio Tejo.

Avenida Infante D. Henrique [1928]
Largo Terreiro do Trigo, 25; Rua do Terreiro do Trigo, 1-1D
Eduardo Portugal, in AML

Encimando a porta principal  - na fachada sul à Rua do Terreiro do Trigo - inscritos numa lápide,  podem ler-se os seguintes dizeres:

 JOSEPH I.
   Augusto, Invicto, Pio
  Rei e Pai Clementissimo
     Do seus Vassallos,
Para segurar a abundância de Páo
Aos Moradores da sua Nobre e Leal Cidade de Lisboa
 E desterrar delia a impiedade dos Monopólios
   Debaixo da Inspecção do Senado da Câmara
Sendo Presidente delle Paulo de Carvalho de Mendonça
Mandou edificar desde os fundamentos este Celleiro Pública.
   ANNO MDCCLXVI 

Gravura in Jornal de bellas artes, ou, Mnemosine lusitana : redacçao patriotica, p. 296, 1816

No comments:

Post a Comment

Web Analytics