Friday, 5 June 2015

Lenda de Lisboa

Ora conta a lenda que a costa que hoje é a de Lisboa, tinha um estranho nome: Ofiusa — que quer dizer "Terra de Serpentes". As serpentes tinham a sua rainha. Uma rainha muito estranha, metade mulher, metade serpente...senhora de um olhar feiticeiro, e de uma voz muito meiga.
Às vezes, esta estranha rainha subia ao alto de um monte e gritava ao vento, só para que pudesse ouvir a sua própria voz:
"Este é o meu reino! Só eu governo aqui, mais ninguém! Nenhum ser humano se atreverá a pôr aqui os pés: ai de quem ousar!Pois as minhas serpentes, não o deixarão respirar um minuto sequer!".
De facto, durante muito tempo, ser humano nenhum se aventurou a desembarcar nesta costa que ela pensava que estaria amaldiçoada pelos deuses e também pelos homens.
Porém um dia, vindo de muito longe, um herói lendário chamado Ulisses, famoso pelas suas aventuras guerreiras, atracou na cidade.
Ficou deslumbrado com as belezas naturais que viu e ao desembarcar subiu a um monte, e com a sua máscula voz, gritou ao vento:
"Aqui edificarei a cidade mais bela do Universo! E dar-lhe-ei o meu próprio nome: será a Ulisseia, capital do Mundo!"
E a sua profecia concretizou-se, e hoje, embora não tenha o nome dado pelo herói mitológico grego "Ulisseia", é uma das mais belas cidades do Mundo, e chama-se LISBOA.

Planta de Lisboa em 1795 da obra "Travels in Portugal" MURPHY, James, 1760-1814

2 comments:

Web Analytics