Wednesday, 26 September 2018

Rua do Loureiro

Ora espreita, à direita —  diz Norberto de Araújo — , essa Rua do Loureiro, que desce em escadinhas, e, atravessando Guilherme Braga, se continua pelo Beco do Loureiro que vai morrer na Rua da Regueira; eis um enfiamento bizarro e sugestivo. Já agora tomemos por ela, e vejamos, ali no recanto, a fachada de um prédio, n.° 7, na qual se ostenta um escudo radiante ornamentado, sem definição, e que sei apenas que é original, único dêste tipo em tôda a Alfama.

Rua do Loureiro [1899]
Ao centro vê-se a fachada do prédio com o n.º 7 que ostenta o escudo 
(florão) referido pelo olisipógrafo Norberto de Araújo; perspectiva tirada da 
Rua das Escolas Gerais
Machado & Souza, in AML

Este arruamento, que vai da Rua Guilherme Braga à Rua das Escolas Gerais, já aparece referido nas descrições paroquiais anteriores ao Terramoto de 1755, na freguesia do Salvador. Após a remodelação paroquial de 1780 surge sucessivamente nas freguesias de S. Miguel, de Santo Estêvão e de novo, na do Salvador.

Rua do Loureiro [190.]
Ao centro vê-se a fachada do prédio com o n.º 7 que ostenta o escudo 
(florão) referido pelo olisipógrafo Norberto de Araújo; perspectiva tirada da 
Rua das Escolas Gerais
Leitão Bárcia, in AML
________________
Bibliografia
ARAÚJO, Norberto de, Peregrinações em Lisboa, vol. X, p. 82, 1939.
cm-lisbpa.pt

3 comments:

  1. I always was interested in this subject and still am,
    regards for posting.

    ReplyDelete
  2. Esta publicación no tiene precio. ¿Dónde puedo encontrar más?
    ¡Volveré, puesto que he marcado esta página como favorita y lo he twitteado a mis seguidores!

    ReplyDelete
  3. O edifício continua lá, falta recuperarem o florão! Estará tapado com estuque ou, caso não, poderiam colocar uma réplica...

    ReplyDelete

Web Analytics