Friday, 17 March 2017

Avenida Álvares Cabral

«Considerando que foi por esta Camara deliberado construir o mais rapidamente possível a Avenida que vae ligar directamente o Largo do Rato com o da Estrella e que essa Avenida terá a denominação de Pedro Alvares Cabral; Considerando que com essa construcção o Largo do Rato será transformado n'uma das mais  bellas praças de Lisboa.»


Apesar desta decisão da vereação camarária, tomada em 1910, a abertura da actual Avenida Álvares Cabral só se viria a concretizar por volta de 1930. Até esta data, o acesso à Estrela — para aqueles que vinham do Largo do Rato — fazia-se pela Rua de Dom Dinis e pela Travessa das Terras de Santana e Rua de Santa Isabel, desembocando na alameda fronteira ao Liceu Pedro Nunes e à Escola João de Deus.

Avenida Álvares Cabral [1939]
Ao fundo, o Liceu Pedro Nunes (1906) e a Praça da Estrela; à direita, a Rua de Santa Isabel

Eduardo Portugal, in AML

Desviemo-nos agora — sugere Norberto de Araújo —, pela Travessa de Santa Quitéria, cortada há uma dezena de anos [c. 1929/30] no seu troço central para abertura da Avenida Álvares Cabral, até esta nova e desafogada artéria, rasgada em terrenos adquiridos pelo Estado (para o Liceu [Pedro Nunes]) em 1906 e depois em parte cedidos à Câmara Municipal.

Avenida Álvares Cabral [195-]
Junto ao Jarim Cinema

Eduardo Portugal, in AML

Avenida Álvares Cabral [195-]
À direita, a Travessa de Santa Quitéria; ao fundo, o Largo Rato

Eduardo Portugal, in AML

Bibliografia
(TORRES, João Romano, A Revolução Portuguesa, 1911)
(ARAÚJO, Norberto de, Peregrinações em Lisboa, vol. XI, p, 65 [1939])
 

1 comment:

  1. I used to be suggested this web site via my cousin. I'm not certain whether
    or not this publish is written by way of him as
    nobody else know such distinct approximately my problem.
    You are incredible! Thank you!

    ReplyDelete

Web Analytics