Friday, 8 March 2019

Rua do Vale de Santo António

Pois já agora tomemos o caminho do popular e pitoresco Vale de Santo António — convida Norberto de Araújo — , esta inclinada artéria que vai de Sapadores ao Caminho de Ferro. Esta Rua, então sítio, chamava-se há duzentos ainda, Vale dos Cavalinhos, não sendo com certeza, então, mais do que uma estrada, mas já definida em rua na sua parte baixa, isto é: do mar. A rua deve a seu nome à Ermidinha de Santo António [vd. 2.ª foto], esta à direita subindo, de culto popular muito intenso há alguns anos.

Rua do Vale de Santo António [1945]
À esq., a  Rua do Outeirinho do Mirante
Eduardo Portugal, in AML

A Capela do Vale de Santo António, também conhecida por Ermida de Santo António do Vale e Nossa Senhora da Assunção, foi construída na 2ª metade do século XVIII, no local onde, segundo a tradição, descansou Santo António quando se dirigia ao Tejo, vindo do Convento de São Vicente, para embarcar para o Norte de África. É um pequeno e modesto templo, encravado entre o casario, cujo interior ostenta grande riqueza azulejar. Traduz um exemplo dos mais interessantes da arquitectura das igrejas pequenas posteriores ao Terramoto, valendo pelo seu interior, decorado com altos lambris de azulejos de contornos recortados formando uma série de painéis historiados, a branco e azul com moldura polícroma, datados do terceiro quartel do século XVIII. Os painéis da direita, do lado da Epístola, narram milagres de Santo António, enquanto os da esquerda, do lado do Evangelho, retratam cena da vida de Nossa Senhora.

Ermida de Santo António e Nossa Senhora da Assunção [1942]
Rua do Vale de Santo António, 84
Eduardo Portugal, in AML

Bibliografia
ARAÚJO, Norberto, «Peregrinações em Lisboa», vol. VIII, p. 28, 1938.
cm--lisboa.pt.

No comments:

Post a Comment

Web Analytics