Wednesday, 23 October 2019

Igreja de S. João da Praça

Bem; estamos em S. João da Praça. Aqui temos a Igreja, velha paroquial integrada desde 1885 na de Santa Maria (Sé).

A paroquial igreja de S. João da Praça data do princípio do século XIV, pelo menos, e teve por orago S. João Degolado, ou seja S. João Baptista; tinha padroeiros, de nomeação real, o último dos quais foi D. Pedro José de Noronha, Marquês de Angeja (século XVII).


A existência da igreja remonta aos reinados de D. Afonso II ou de D. Sancho II. Em 1317, D. Frei Estêvão II, bispo de Lisboa consagrou o padroado da igreja dedicada a São João Degolado. É provável que tenha sido reedificada em 1442.
Posteriormente, recebeu a invocação de São João da Praça, por ser esse o local onde os condenados iam cumprir as sentenças.

Igreja de São João da Praça [1901]
Rua de São João da Praça, 66-82; Rua do Barão (dir.)
Machado & Souza, in AML

O Terramoto destruiu completamente êste templo, que era relativamente pequeno e pobre, havendo-se depois construído outro, que é êste hoje de pé, mas que também ardeu em parte, sofrendo grande ruína, em 3 de Maio de 1896, quando do incêndio da Fábrica de Massas, de João Luiz de Sousa, na Rua do Barão.
Fêz-se então sob o patrocínio da Rainha D. Amélia e do Cardeal Patriarca, D. José Neto, uma subscrição pública para reedificação e restauro da Igreja de S. João da Praça.

Atingida pelo incêndio que se sucedeu ao terramoto de 1755, a freguesia passou para a Ermida de Nossa Senhora do Rosário; em 1768, fazia-se no cais de Santarém, uma barraca para a sua acomodação. 

Igreja de São João da Praça, fachada lateral [1901]
Rua de São João da Praça, 66-82
Machado & Souza, in AML

Em 1774, já estava reconstruída a antiga igreja paroquial e a freguesia voltou ao seu local de origem.
Por decreto de 24 de Dezembro de 1885, para efeitos eclesiásticos, a freguesia foi anexada à de Santa Maria Maior da Sé Patriarcal, e recebeu um pároco instituído canonicamente.
Em 1886, os registos paroquiais já eram lavrados nos livros da Sé.
Em 1906, por decreto de 3 de Maio, recebeu o título de Real Capela de São João da Praça.

Igreja de São João da Praça [c. 1901]
Rua de São João da Praça, 66-82
José Artur Bárcia, in AML

No exterior apresenta fachada rasgada por um portal, de frontão semicircular, interrompido por um medalhão esculpido com o "Agnus Dei". 
O interior, de nave única oitavada com altares sob tribunas, coro-alto e capela-mor rectangular, conserva alguns elementos interessantes: a decoração dos 2 altares rocócó do cruzeiro, com a imagem da Virgem do lado da Epístola, da autoria de Machado de Castro; toda a imaginária barroca dos vários altares; e os painéis de azulejos historiados, com cercadura rocaille da sacristia.
____________________
Bibliografia
ARAÚJO, Norberto de, Peregrinações em Lisboa, vol. X, pp. 38, 1939.
CASTILHO, Júlio de, Lisboa Antigs. Segunda Parte. Bairros Orientais, vol. VI, 2ª edição Revista e ampliada pelo autor e com anotações do Eng. Augusto Vieira da Silva, 1936.

1 comment:

Web Analytics