Wednesday, 10 July 2019

Convento do Corpo Santo

Falemos do Corpo Santo 
De acordo com o olisipógrafo Norberto de Araújo  «A origem deste nome está no culto de São Teimo, ou seja de S. Pedro Gonçalves Telmo, padroeiro dos pescadores, ao qual os devotos chamavam «Corpo Sant»; a imagem venerava-se numa ermidinha quinhentista de Nossa Senhora da Graça que ficava no princípio da Travessa do Cotovelo, já na proximidade do Largo actual, do lado norte. 
O nome de Corpo Santo passou ao sítio, ao Arco, ao Largo, e ao Convento dos dominicanos.

Igreja do Corpo Santo [191-]
Largo do Corpo Santo visto da Rua do Arsenal; Rua do Corpo Santo
Joshua Benoliel, in AML

O Convento, com sua Igreja, dos frades dominicanos irlandeses, data, neste sítio, de 1659, fundado por Fr. Domingos do Rosário, irlandês, que foi bispo eleito de Coimbra. O orago do Convento era de S. Domingos e de Nossa Senhora do Rosário, mas logo foi chamado do Corpo Santo — e até hoje. Existira antes (1629) à Cotovia, e desde 1633 no Pátio das Comédias das Fangas da Farinha, perto da Boa Hora. 
O Terramoto arruinou completamente o Mosteiro e Igreja dominicana no Corpo Santo, e foi depois erguida a Igreja que aí temos à vista, anexa à Casa religiosa, com entrada pela Rua de S. Paulo do Corpo Santo, e que não se distingue exteriormente.
A Igreja do Corpo Santo avulta neste Largo com sua fachada trivial, bem conjugada no conjunto muito pombalino do local; tem, como sabes, uma freqüência escolhida, tocada de distinção, mas não tanto, ou tão ostensivamente, como a do Colégio dos Inglesinhos. 
Por dentro é original.

Igreja do Corpo Santo [191-]
Largo do Corpo Santo visto da Travessa do Cotovelo; Rua do Corpo Santo
Garcia Nunes, in AML

A Igreja do Corpo Santo é das poucas de Lisboa de forma octogonal, uma face das quais corresponde à entrada, sob arco de volta abatida que sustenta o côro.
O teto é em cúpula, pintada de azul estrelado, e encimado por lanternim. [...]
Tem um ar discreto, a-pesar-de tudo muito português, esta Igreja dos dominieanos do Corpo Santo.
__________________
Bibliografia
ARAÚJO, Norberto de, Peregrinações em Lisboa, vol. XIII, pp. 35-36, 1939.

No comments:

Post a Comment

Web Analytics