Friday, 26 July 2019

Mosteiro de Santa Clara

Ora agora me cumpre falar-te do Convento das freiras de Santa Clara.

Ali, onde vês êsse casarão militar — recorda-nos Norberto de Araújo — , que ocupa a área que confina já com a Rua do Mirante — a Fábrica de Armas do fim do século XVIII — , e junto ao qual se erguem umas casas de habitação, pertenças também do Ministério da Guerra, assentou o desaparecido Convento que deu o nome ao sítio.


Campo de Santa Clara [1900]
Casas antigas, séc. XVIII, erguidas junto à Fábrica de Armas, onde assentou o célebre Convento de Freiras Clarissas, que deu o nome ao sítio.
Machado & Souza, in AML

Em 1288, quatro damas nobres e piedosas resolveram fundar um Mosteiro para religiosas da Ordem franciscana de Santa Clara, e começaram a erguer uma casas à Trindade. Breve, porém, se resolveram por sítio mais vasto, e escolheram êste campo, adquirindo uns chãos que aqui possuía Gonçalo Pires. A habitação estava de pé em 1292 e a Igreja inaugurou-se em 1294.
Prosperou logo aquela Casa religiosa, que pelo andar dos séculos se enriqueceu, sendo das mais grandiosas de de Lisboa, com sua Igreja recheada de boa. arte e de preciosas alfaias. 
O Terramoto de 1755 reduziu tudo a escombros e a cinzas. Foi esta uma das casas de Lisboa que mais sofreram; nada se salvou, e morreram 400 pessoas, entre as quais 123 religiosas e recolhidas. Nunca mais se pensou em reedificar Santa Clara. O terreno foi rasoirado para nele e edificar pouco depois uma dependência do Arsenal Real do Exército, a «Fundição de Santa Clara», ou Fábrica de Armas, com casas anexas e habitação de oficiais. Hoje essa Fábrica está convertida na Fábrica de Equipamentos e Arreios [vd. N.B.], mas o aspecto exterior não difere do do século XVIII.

Campo de Santa Clara, Fábrica de Armas [1900]
Antiga depência do Arsenal Real do Exército, a «Fundição de Santa Clara, depois OGFE.
Machado & Souza, in AML


Pois foi aqui o Mosteiro das freiras de Santa Clara, com larga cêrca traseira e que ainda há quarenta anos [c. 1900] se adivinhava em pedaços de quinta — como os vimos — , Mosteiro que por alguns escritores, reproduzindo-se, foi dado como assente no sitio onde se ergueu depois o Conventinho do Desagravo.

Campo de Santa Clara [1961]
Casas antigas, séc.XVIII, erguidas junto à Fábrica de Armas, onde assentou o célebre Convento de Freiras Clarissas, que deu o nome ao sítio, vendo-se à esq. a Fábrica de Armas hoje OGFE.
Arnaldo Madureira, in AML

N.B. Mais tarde, em 1968, por fusão das as Oficinas Gerais de Fardamento (OGF), com a Fábrica Militar de Santa Clara (FMSC), antiga Fábrica de Equipamentos e Arreios criada em 1927, tiveram origem as actuais Oficinas Gerais de Fardamento e Equipamento (OGFE).
______________
Bibliografia
ARAÚJO, Norberto de, Peregrinações em Lisboa, vol. VIII, pp. 75-76, 1938.

4 comments:

  1. Em frente desse Mosteiro, fazia 'serviço' o famigerado 'campo da forca'-pelo menos até meados do seculo XVll- ao qual as 'irmãzinhas', protestavam veemente,contra as execuções e todo aquele cenário de crueldade acessível ao seu campo de visualização. Gostei de ter tido conhecimento daquele gesto de humanidade por parte das religiosas do Mosteiro de Santa Clara.

    ReplyDelete
  2. Caro Senhor, queria pedir licença para uma pequena correção, ao meu comentário anterior, substituir meados do século XVII, por 'finais do século XVI'.
    Obrigado

    ReplyDelete
  3. Muito obrigado por esta resenha histórica.
    Cumprimentos.

    ReplyDelete

Web Analytics