Sunday, 22 November 2020

Café Lisboa

O café dos actores do Parque Mayer, dos autores teatrais, empresários, compositores e fadistas, ocupou dois edifícios na Avenida da Liberdade. Começou quase em frente do Parque Mayer,, no edifício que vê na segunda imagem. A 25 de Junho de 1968, muda de casa para o outro lado da avenida. Alguns dos clientes habituais, mas não os artistas, ajudam a transportar mesas e cadeiras. A sessão fotográfica – que não esquece o gato Pihicas – fica para a história.

Café Lisboa [1966]
Avenida da Liberdade, 126-134 (edifício demolido em 1989)
Artur Inácio Bastos, in AML
 
Terá encerrado «as suas portas» antes de 1989, porquanto o edifício foi demolido nessa data.

Edifício da Avenida da Liberdade, 131-151 [194-]
Neste edifício oitocentista existiu — para além do Café Lisboa — o célebre café Cristal, um projecto de 1940/42, do arq. Cassiano Branco. Uma intervenção, por parte dos arquitectos Nuno Teotónio Pereira e Mário Costa e Crespo, na década de 90 do séc. XX, (entre 1993-1995), valeu-lhe o Prémio Eugénio dos Santos de 1995. Actualmente, o piso térreo, é ocupado por lojas de marcas internacionais.
Fotógrafo não identificado, in AML


Bibliografia
Joana Stichini Vilela e Nick Mrozowski, LX60: A Vida em Lisboa Nunca Mais Foi a Mesma, 2012.

No comments:

Post a comment

Web Analytics