Thursday, 10 November 2016

Palacete do Conde de Agrolongo

Com projecto do arq. Arnaldo Adães Bermudes (1864-1948) foi mandado construir pelo Conde de Agrolongo em 1909, tendo-lhe sido atribuída uma menção honrosa do Prémio Valmor desse ano. Palacete urbano com função residencial, de planta quadrangular, desenvolve-se em três pisos, sobressaindo do conjunto uma torre, também de planta quadrada, mas de quatro pisos, que dispõe no topo de um mirante. A sua linguagem ecléctica, perfeitamente moderna, inspira-se nas últimas fases do renascimento, lembrando a arquitectura das épocas de Henrique IV e Luís XIII, misturando, também, alguns motivos característicos da arquitectura portuguesa da mesma época. 

Palacete do Conde de Agrolongo [1909-1910]
Rua do Sacramento à Lapa, 34-38
in Anuario da Sociedade dos Architectos Portuguezes

Obras de remodelação posteriores alteraram a sua traça inicial, essencialmente ao nível da fachada, pois o terraço existente foi suprimido, assim como os motivos decorativos mais expressivos de uma linguagem ecléctica da época (molduras, frontões das janelas e portas, balcões com balaústres, pormenores escultóricos, entre outros).
Localiza-se numa artéria da zona da Lapa que divide dois vastos quarteirões integralmente preenchidos por palacetes urbanos e respectivas áreas ajardinadas. O imóvel apresenta a fachada alinhada com a rua, encontrando-se os jardins ocultos pelos muros contíguos, que sobem até à altura do segundo piso da casa e se apresentam rematados por balaustrada.

Palacete do Conde de Agrolongo [1974]
Obras posteriores alteraram, com grande significado, a fachada principal
Rua do Sacramento à Lapa, 34-38
in Arquivo Municipal Lisboa

4 comments:

  1. Sem certezas mas penso que era a residência de António Champalimaud.

    ReplyDelete
  2. É bem possível...era um lugar pertissímo da Embaixada da América

    ReplyDelete
  3. Sim, foi onde acabou por falecer António Champalimaud

    ReplyDelete
  4. Só não se percebe a intervenção na fachada porque ficou CLARAMENTE PIRO DO QUE ERA...!

    ReplyDelete

Web Analytics