Friday, 2 October 2020

Chafariz da Mãe d'Água

Outro grande chafariz de Lisboa, e que sempre gostamos de contemplar, é o chafariz da Mãe de Água, com suas escadinhas, ao fundo da Rua da Alegria. Imagine-se a algazarra que ali haveria para o trabalho dar para duzentos e trinta e dois aguadeiros, dirigidos por oito capatazes, os quais se contavam, em toda a cidade, em número de oitenta e cinco.


Este chafariz data de 1840, altura em que foi transferido do topo superior do desaparecido Passeio Público, então designada de Praça da Alegria de Baixo.

Chafariz da Mãe d'Água [1959]
Antigo chafariz da Praça da Alegria de Baixo
Rua da Mãe D'Água
Armando Serôdio, in A.M.L.

Contendo águas da distribuição, vindas da Casa da Água das Amoreiras, é alimentado através de uma derivação da galeria, que tendo como ponto de partida a Mãe d'Água das Amoreiras, vinha abastecer o Chafariz de São Pedro de Alcântara. Trata-se de uma construção simples, de pedra aparelhada, formada por uma caixa de água paralelepipédica, delimitada lateralmente por duas pilastras levemente salientes, pontuada por dois amplos janelões, com fortes grades de ferro, dispostos simetricamente no plano frontal do chafariz.
Há muito que a água já não corre por esta Mãe-de-Água de outros tempos, albergando actualmente uma enoteca. 
 
Chafariz da Mãe d'Água [1954]
Antigo chafariz da Praça da Alegria de Baixo
Rua da Mãe D'Água
Fernando Matias, in A.M.L.


Bibliografia
MARTINS,Rocha, Lisboa: história das suas glórias e catástrofos,vol. 2, p.681, 1947

1 comment:

  1. https://www.google.com/maps/@38.7173125,-9.1467267,3a,51.6y,215.24h,100.44t/data=!3m7!1e1!3m5!1sQyVwKzS2rXemSBtEmLfwOg!2e0!6s%2F%2Fgeo0.ggpht.com%2Fcbk%3Fpanoid%3DQyVwKzS2rXemSBtEmLfwOg%26output%3Dthumbnail%26cb_client%3Dmaps_sv.tactile.gps%26thumb%3D2%26w%3D203%26h%3D100%26yaw%3D36.48683%26pitch%3D0%26thumbfov%3D100!7i13312!8i6656

    ReplyDelete

Web Analytics