Wednesday, 14 November 2018

Palácio do Conde Barão de Linhó: a «Casa dos Fantasmas»

Ali tens, contíguo à Escola Machado de Castro — recorda-nos Norberto de Araújo — um palácio, n.° 21-27, hoje [1939] habitado pelo Barão de Linhó, filho do Marquês da Praia, e irmão do falecido Duque de Palmela, e que no cunhal nascente, dentro do pátio nobre, apresenta, um brasão armoriado; é a representação nobre setecentista transfigurada do sítio.

Palácio do Conde Barão de Linhó [c. 1910]
«Casa dos Fantasmas»
Palácio do aéc. XVII sito na Rua Saraiva de Carvalho, 19-29 tornejando para a Rua de Santa Isabel, 91
 
Josshua Benoliel, in AML

Foi esta a famosa Casa dos Fantasmas, onde o povo dizia que andavam «espíritos» à solta, o que deu origem a folhetins e a novelas fáceis.

Palácio do Conde Barão de Linhó [c. 1910]
«Casa dos Fantasmas»
Palácio do aéc. XVII sito na Rua Saraiva de Carvalho, 19-29 tornejando para a Rua de Santa Isabel, 91
 
Josshua Benoliel, in AML

Bibliografia
ARAÚJO, Norberto de, Peregrinações em Lisboa, vol. XI, p. 64, 1939.

1 comment:

  1. Your mode of telling everything in this post
    is truly nice, all be able to easily be aware of it, Thanks a lot.

    ReplyDelete

Web Analytics