Sunday, 10 January 2021

Palacete Norton de Matos (Edifício da Quinta dos Ulmeiros)

A origem da propriedade remonta à 2ª metade do séc. XVI, nas mãos de Afonso Torres, um rico mercador da época dos Descobrimentos, nobilitado posteriormente. Parece plausível considerar que os edifícios das Quintas dos Ulmeiros e das Conchas formaram em tempos uma unidade, em virtude da idêntica tipologia de vãos e pelo facto de estarem adossados, desconhecendo-se, no entanto, quando terão sido autonomizados. Trata-se de um exemplar de arquitectura residencial barroca, que fazia parte das inúmeras quintas de produção e lazer da zona do Lumiar, memória viva de uma paisagem rural que constituiu uma das imagens mais significativas de Lisboa até meados do séc. XX.

Palacete Norton de Matos (Edifício da Quinta dos Ulmeiros) [1938]
Alameda das Linhas de Torres, 150-152A
Fotógrafo não identificado, in Arquivo do Jornal O Século

Deste edifício da Quinta dos Ulmeiros, também conhecido por Palacete Norton de Matos, em virtude desta figura política de destaque da História de Portugal aí ter residido, persistem actualmente as fachadas, que nos remetem para uma construção de finais do séc. XVIII. Estruturado em 3 pisos, separados por friso em cantaria, os panos de muro da fachada são revestidos por azulejo padronado de produção industrial ao nível do embasamento e em reboco pintado nos restantes pisos. A fachada é animada pela abertura, a ritmo regular, de vãos de verga recta com emolduramento em cantaria, rematados por painéis lavrados, ao nível do piso nobre, os quais surgem distribuídos por 5 corpos separados por pilastras em cantaria, rematadas por plintos. Colateralmente ao corpo central localizam-se os acessos principais através de portais de verga numa linguagem decorativa rococó, de finais do séc. XVIII. O conjunto é rematado por cornija e beiral, à excepção dos extremos, que apresentam corpos de dois pisos com vãos semelhantes ao do corpo central, rematados por terraço com gradeamento em ferro fundido, plintos e pináculos. Um outro corpo liga este edifício ao da Quinta das Conchas, apresentando-se mais recuado, destacando-se um acesso a pátio, através de vão emoldurado por cantaria e desenho manuelino. [DGPC]

Palacete Norton de Matos (Edifício da Quinta dos Ulmeiros) [1968]
Alameda das Linhas de Torres, 150-152A
Armando Serôdio, in A.M.L.

No comments:

Post a Comment

Web Analytics