Wednesday, 26 June 2019

Corridas dos Ofícios em Alvalade

A «Corrida dos Ofícios» foi um dos eventos marcantes de Alvalade — que teve início nos anos 50 do século XX e decorreu durante largos anos — , ocorria no fim do mês de Junho e integrava-se nas festas da cidade.. Como o próprio nome indica, a corrida era uma amostra das profissões mais tradicionais da altura, onde se incluíam ofícios já hoje extintos ou em vias de extinção — engraxadores, boletineiros, varinas, entre outros— , que competiam entre si, num percurso que tinha início no Largo Heitor Pinto e prolongava-se pela Avenida da Igreja. Uma corrida com história que, para além de valorizar as profissões da época, ainda dinamizava todo o bairro, deixando saudades e memórias em Alvalade: «Eram milhares de pessoas que se apinhavam na avenida para verem cantoneiros, engraxadores, varinas, ardinas, empregados dos cafés, carteiros, a disputarem as provas que os fariam reis, por um ano, da sua actividade profissional».
A Corrida dos Ofícios contava com 8 profissões distintas: Padeiro, Cantoneiro, Empregado de Mesa, Peixeira, Engraxador, Galinheira, Leiteiro e Costureira.
Festejo que se perdeu ao longo dos tempos, o último acontecimento foi nos anos 90.

Avenida da Igreja [1953]
Corrida dos ofícios: galinheiras
Ao fundo, em construção, a Igreja de São João de Brito no Largo de Frei Heitor Pinto|
Armando Serôdio, in AML
Avenida da Igreja [1954]
Largo Frei Heitor Pinto; ao fundo, a Igreja de S. João de Brito em construção
Corrida dos ofícios, boletineiros
Armando Serôdio, in AML

O topónimo "Avenida da Igreja" deriva da Igreja de S. João de Brito que foi inaugurada em 2 de Outubro de 1955. O projecto foi concebido pelo arquitecto Vasco Morais Palmeira (Regaleira), no ano de 1951. A construção iniciou-se em 1952, dirigida pelos engenheiros Pinheiro da Silva e Marques da Silva e pelo construtor Diamantino Tojal.
A fachada principal, em forma de empena muito pronunciada, tem no cimo a torre sineira e uma cruz de ferro forjado, com 5 metros de altura. Ao centro apresenta uma grande janela com vidros em losango, que tem à sua frente a estátua de orago, de granito, esculpida por Joaquim Correia. No cimo desta janela estão as armas do Cardeal Patriarca de Lisboa.

Avenida da Igreja [1954]
Corrida dos ofícios: cantoneiros
Ao fundo, em construção, a Igreja de São João de Brito no Largo de Frei Heitor Pinto
Armando Serôdio, in AML
Avenida da Igreja [1958]
Corrida dos ofícios: varinas
Ao fundo vê-se a Igreja de São João de Brito no Largo de Frei Heitor Pinto
Armando Serôdio, in AML

Bibliografia
agendalx.pt.
cm-lisboa.pt.

No comments:

Post a Comment

Web Analytics