Sunday, 17 March 2019

Chafariz de Entre-Campos

Continuamos pela Rua de Entre-Campos na companhia do ilustre Norberto de Araújo. Diz ele: «Antes da linha férrea encontramos, à direita, o primeiro Chafariz da Peregrinação de hoje, uma meia rotunda discreta. Data de 1851, e é singelo de traçado, com suas duas bicas, e as armas da cidade no frontal liso».¹


O Chafariz do Campo Pequeno, ou Entre-Campos  — noticiava em 1851 Velloso de Andrade nas suas Memória sobre chafarizes — estão as suas obras muito adiantadas no local que já indicamos, formando-se uma meia laranja de 100 palmos de bocca, por 50 de fundo; e em cujo sitio já se acha correndo agua em uma bica provisória, a qual tinha sido feita primeiramente na quina do Campo Pequeno, e aonde correo por primeira vez ás 9 horas e 3 quartos da manhã do dia2 9 de Junho deste anno achando-se presentes Os Ill.mos Srs. Vereadores António de Carvalho — Frederico Augusto Ferreira — e Manoel Joaquim Gonçalves da Rosa — além de muitas pessoas que ali concorreram; e encheu o primeiro barril um criado do Sr. Francisco Isidoro Vianna [proprietário da quinta e palácio das Vianinhas]. [...]

Chafariz de Entre-Campos [séc. XIX]
Rua de Entre-Campos
No plano frontal do chafariz, entre o tanque e o entablamento, é visível uma pequena tabela,
onde se lê a seguinte inscrição: "A Câmara Municipal de Lisboa em 1851", acima da qual,
 junto ao entablamento, se evidenciam as armas da cidade (fragata do Século XVIII)
Fotógrafo não identificado, in A.M.L.

O mesmo Sr. Vianna — afirma Velloso de Andrade offereceu um pouco mais acima, para entre-campos, todo o terreno para o novo Chafariz de encosto, com grande tanque para gado. Muito desejamos vêr esta Obra consummada, pois temos todo o conhecimento das privações d'agua, que soffriam os moradores deste sitio, sendo-lhes preciso irem por ella aos Chafarizes das Larangeiras e Convalescença , e de casa do dito Exmo. Sr. Conde [das Galveias, se mandava todos os dias uma pipa tira-la até do Chafariz de Dentro!²

Levantamento topográfico de Lisboa, fragmento [1908]
Legenda: a vermelho, o Chafariz de Entre-Campos; a verde, a Rua de Entre-Campos [antiga Estr. de Entre-Campos];
a laranja, a Quinta e o Palácio das Vianinhas (Francisco Isidoro Vianna)
 Júlio António Vieira da Silva Pinto, in A.M.L.

N.B. Centrado num recinto murado, que lhe serve de fundo, destaca-se a altura equilibrada do muro arqueado em relação ao chafariz e o seu revestimento azulejar, colocado em 1993, segundo projecto de Arquinter, representando a vista panorâmica sobre o Vale de Entre-Campos em 1851. Uma porta lateral dá acesso ao interior da arca de água.

_________________
Bibliografia
¹ ARAÚJO, Norberto de, Peregrinações em Lisboa, vol. XIV, p. 67, 1939.
² VELOSO DE ANDRADE, José Sérgio , Memória sobre Chafarizes, Bicas, Fontes e Poços Públicos de Lisboa, Belém e muitos lugares do Termo., 1851.

No comments:

Post a Comment

Web Analytics