Wednesday, 21 November 2018

Profissões de antanho: o trapeiro

Coêvo dos ferros-velhos e dos cães vadios   —  diz Alfredo Mesquita  —  a que a Providencia confiou por muitos annos em exclusivo privilegio a missão hygienica de devorar, com uma ou outra barriga de perna ao viandante, as imundícies esparsas nas estreitas e empinadas ruas da Mouraria e de Alfama, o trapeiro de Lisboa encarrega se de levantar e recolher da via publica o que nella sobeja da voracidade dos rafeiros. Por um complicado desenvolvimento de transações subsequentes, exerce elle a sua industria separando, classificando e vendendo em cada manhã a colheita de cada noite. 

Rua Castilho [1912]
O local não se encontra identificado no arquivo
Joshua Benoliel, in AML

Nessa coleção entra tudo ou quasi tudo o que a vida de uma cidade segrega pelo monturo como documento da sua historia intima: os ossos descarnados, as flores murchas, as porcelanas quebradas e os vidros partidos dos seus banquetes; as botas arrombadas, os chinelos moídos e os farrapos despegados da sua indigência; a renda desfeita, a joia desengastada, o dinheiro perdido dos seus ébrios, dos seus batoteiros e das suas cortezãs; as lentejoilas caídas do ouropel dos seus histriões e dos seus saltimbancos; os manuscritos inutilisados dos seus lettrados e dos seus poetas; os fragmentos das suas cartas de empenho, de negocio e d’amor; mil restos, finalmente, anonymos, truncados, confundidos, de obscuras tragédias, de ignorados martyrios, de acerbas lutas, de ardentes paixões, de inveterados vicios, de lindos madrigaes ou de inocentes idilios.

Travessa João Vaz [1961]
Augusto de Jesus Fernandes, in AML

Como typo popular, o trapeiro foi, em tempo que não vae longe, característico entre os mais característicos. Na incerteza de encontrar sempre pelas ruas da capital alimento ao seu principal negocio, o trapeiro acumulava com elle a magra industria da venda de mechas a retalho. Veio o fosforo, e matou ainda este inocente e pouco lucrativo commercio. Quando a industria do trapeiro prosperava, e as imundícies fertilisadoras da capital não achavam ainda quem as arrematasse em publico leilão, o trapeiro era também negociante. O trapeiro fez-se arrematante do espolio dos finados do Hospital! Era a miséria traficando com a túnica de Job ! Ao fundo, como scenario d’este grande drama de abandono, surgia a Feira da Ladra, o sorvedouro insaciável de todas as relíquias, a exposição cosmopolita de todos os infortúnios . . .

Avenida 24 de Julho [ant. 1908]
Ao fundo, o jardim do Largo de Santos
Joshua Benoliel, in AML

Bibliografia
MESQUITA, Alfredo. Lisboa, pp. 356-357, 1903.

1 comment:

  1. That is very attention-grabbing, You are an excessively skilled blogger.

    I have joined your feed and look ahead to in the hunt for more of your magnificent post.
    Also, I've shared your website in my social networks

    ReplyDelete

Web Analytics