Sunday, 25 March 2018

Ermida de Nossa Senhora de Monserrate

Diz-nos alguma coisa de saboroso esta Ermida de Nossa Senhora de Monserrate, nas Amoreiras. Encravada no vão do quinto arco do Aqueduto, logo a nascer na Casa da Água, com o seu corpo saliente do altar-mor caindo sobre a velha «Rua do Rato para Campolide», a Ermida evoca-nos um pedaço da vida setecentista lisboeta, e um qua-drinho animado do século XIX.


Erigiram a Ermida neste sítio, em 1768, os fabricantes da seda, que tiveram o Rei D. José por seu lado. Na gracilidade do seu recheio e decoração, na singularidade da sua forma oitavada, na humildade rural em que se envolve — a Ermida das Amoreiras é uma estampazinha antiga.

Ermida de Nossa Senhora de Monserrate [1938]
Praça e Jardim das Amoreiras (Jardim Marcelino de Mesquita, vd. n.b.)

A arborização do antigo Largo dos Fabricantes, com amoreiras (331 pés) fêz-se em 1771, plantando o próprio Marquês de Pombal a primeira árvore, que dava ainda sombra em 1863.
Eduardo Portugal, in A.M.L.

Ela viu o Marquês de Pombal, ele próprio, em 1771, plantar a primeira amoreira das trezentas que engrinaldaram a praça; viu subir, em 1767, o primeiro fumo dos fornos da Fábrica da Louça, de Tomás Brunetto e Salvador Inácio; assistiu ao alvoroço popular quando correu água, pela primeira vez, no chafariz do Rato; seguiu, dia a dia, o retalhar de quintas, o abrir de ruas, o crescimento do bairro nascido de um sítio por influência das «reais manufacturas», e viu, numa manhã de Abril de 1851, chegar aqui, vinda dos Prazeres, a Feira das Amoreiras — a avó das feiras de Belém, de Alcântara e de Santos — com o seu arraial, os seus teatrinhos pitorescos, as suas figuras de cera, os «robartos» e os irmãos Dallot.

Ermida de Nossa Senhora de Monserrate. traseiras[1959]
Corpo saliente da Ermida, cachorrada e Cruz de azulejo e uma data: 1768
Rua da Amoreiras; Praça das Amoreiras
Fernando de Jesus Matias, in A.M.L.

E viu acabarem a Real Fábrica das Sedas, a Fábrica da Louça, a Fábrica dos Pentes, irem-se embora as amoreiras todas, ir-se embora a Feira, irem-se embora os frades oratorianos de S. Filipe Néri e as freirinhas endiabradas do convento do «Rato». De tudo, o que a ingénua ermida das Amoreiras mais pena teve foi dos seus fabricantes da seda, devotos da Senhora de Monserrate e dos arraiais da Senhora Santana, aqueles operários de mãos finas que lhe legaram, a ela, o terreno sob o Arco em domínio perpétuo.
Ela ali está, voltada ao jardim pequenino de tílias, robínias e tamarinas, mostrando a quem passa pela Rua das Amoreiras a sua cruz suspensa de azulejos do Rato. O ajardinamento desta Praça é posterior à sua construção; no tempo velho apenas as amoreiras, e depois os ulmeiros alegravam o largo, que fôra dos fabricantes da seda.

Fábrica das Sedas [1961] 
Actual Museu Arpad Szènes-Vieira da Silva
Tv. Fábrica dos Pentes (esq.); Praça das Amoreiras
Arnaldo Madureira, in A.M.L.

Interiormente, a Ermida de Monserrate é simpática, a-pesar-de pequena. É de forma oitavada, cortado o teto a meio pelo côro posterior, que assenta em um arco de volta abatida. A Capela-Mór, além de uma teia, apoia-se sôbre o corpo saliente da Ermida, que ressalta, amparado a uma cachorrada, para a Rua das Amoreiras, e no qual, exteriormente se marca, sob Cruz de azulejo, uma data: 1768

Ermida de Nossa Senhora de Monserrate, altar [1938]
Praça e Jardim das Amoreiras

Na capela-mor, além do altar onde se ostenta a imagem de N. Senhora do Monserrate, há mais dois altares; no corpo da Ermida existem também o de N. Senhora das Dores e o do Coração de Jesus, e ainda uma imagem do Senhor dos Passos. 
Eduardo Portugal, in A.M.L.
 

O corpo do pequeno templo é revestido de silhares de azulejos, muito belos, da Fábrica do Rato, constituindo sete painéis com legendas latinas. Na capela-mór, além doaltar onde se ostenta a imagem de N. Senhora do Monserrate, há mais dois altares; no corpo da Ermida existem também o de N. Senhora das Dores e o do Coração de Jesus, e ainda uma imagem do Senhor dos Passos
No teto em apainelados convergentes está uma pintura de Pedro Alexandrino, que representa o orago; na parte que assenta sôbre o arco da capela-mór vêem-se as armas de D. José. 

Praça das Amoreiras [Início séc. XX]
Círio das Amoreiras saindo da Ermida de Monserrate durante a procissão do Círio de Nossa Senhora da Atalaia.
Paulo Guedes, in A.M.L.

N.B. O nome deste jardim é uma homenagem a Marcelino de Mesquita, dramaturgo, poeta e escritor. Este espaço encontra-se rodeado por habitações setecentistas, que se destinavam na maioria ao alojamento dos fabricantes de seda actual Museu Arpad Szènes-Vieira da Silva.
_______________
Bibliografia
ARAÚJO, Norberto de, Legendas de Lisboa, pp. 110-111.
ibid, Peregrinações em Lisboa, vol. XI, pp. 99-100, 1939.
cm-lisboa.pt.

8 comments:

  1. I'm truly enjoying the design and layout of your blog.
    It's a very easy on the eyes which makes it much more
    pleasant for me to come here and visit more often. Did you
    hire out a designer to create your theme? Superb work!

    ReplyDelete
  2. O aqueduto foi contruido por cima da ermida?

    ReplyDelete
    Replies
    1. O Aqueduto (1748) já lá estava quando a ermida ermida foi erguida (1768).

      Delete
  3. Hello, all is going well here and ofcourse every one is sharing information, that's really good, keep up writing.

    ReplyDelete
  4. Having reaⅾ thiѕ Ι thouɡht it ԝaѕ rеally enlightening.
    I aⲣpreciate you spending some time аnd effort to ⲣut tһis artticle
    togetheг. I оnce again fіnd myseⅼf personally spending way tоo much time botһ reading
    and commenting. But ѕo what, іt was still worthwhile!

    ReplyDelete
  5. Hello there! I just want to give you a big thumbs
    up for the excellent information you've got here on this post.
    I will be coming back to your blog for more soon.wholesale jerseys

    ReplyDelete
  6. Hey theгe this iis kind of of ᧐ff topic Ƅut I waas
    wondering if blogs սse WYSIWYG editors orr іf you have to manually code wіtһ HTML.
    I'm starting ɑ blog sоon but have no coding
    knowledge so I wanteɗ to get guidance fгom s᧐meone witһ experience.
    Ꭺny help wouⅼd bе enormously appreciated!

    ReplyDelete
  7. Just desire to say your article is as astounding.
    The clearness in your put up is simply nice and
    that i could think you are a professional in this subject.
    Well along with your permission allow me to grasp your RSS feed to keep updated with
    forthcoming post. Thanks a million and please carry on the enjoyable work.

    ReplyDelete

Web Analytics