Wednesday, 21 February 2018

Igreja paroquial dos Anjos

A igreja paroquial dos Anjos — no dizer do distinto olisipógrafo Norberto de Araújo — é uma construção do final do século passado, custeada pela Câmara Municipal de Lisboa, e levada a efeito para compensar a demolição que veio a realizar-se, em 1908, da primitiva igreja, situada na Rua dos Anjos, no local onde nela se inseria o Regueirão. A demolição impôs-se para abertura da avenida D. Amélia, actual Almirante Reis.
Foi arquitecto do novo templo o professor José Luís Monteiro, que subordinou o plano da nave e capelas ao da antiga igreja, a fim de se aproveitar e ajustar o recheio sacro e materiais. 


Igreja Paroquial de Nossa Senhora dos Anjos [c. 1910]
Também denominada «Igreja dos Anjos»
Avenida Almirante Reis
As fachadas laterais e posterior, rasga das de janelas, e servidas por portas tra vessas correspondentes aos anexos e cartó rio;. A torre, situada no posterior do templo, no mesmo estilo neo-clássico da frontaria, única deste género em Lisboa
Joshua Benoliel, in AML

A primitiva igreja de «Os Anjos» foi construida no tempo dos reis Filipe II e III de Portugal, no local onde já em 1551 existia uma ermida com aquela· invocação, ao fundo do Vale de S. Jordão, que veio a ser o ainda existente Regueirão dos Anjos. 
A paróquia foi criada (e na igreja teve sede) em 1563 ou 1564 pelo cardeal-arcebispo D. Hen­rique em território desanexado do de Santa Justa. 
No meiado do século XVIII denominava-se de Nossa Senhora dos Anjos, pela circunstância de nela haver uma confraria com aquela invocação
As obras da nova igreja, na antiga avenida D. Amélia, começaram em 18 de Fevereiro de 1889, mantendo-se o wlto e a paroquial no templo antigo até Janewo de 1908, instalando-se então numa capela simples, provisória, de madeira, levantada junto da igreja em construção. Em 11 de Março de 1910 efectuou-se a inauguração do novo templo paroquial, mas já a sua posse havia sido dada ao pároco e irmandades em Março de 1908. A conclusão das obras só se verificou em 1911.¹

Igreja Paroquial de Nossa Senhora dos Anjos [1911]
Avenida Almirante Reis
A Frontaria, em corpo único, de pilastras simples, e nela: Três portais, entre colunas dóricas de mármore rosa, sendo o central mais alto, coroado por tímpano aberto; balcão rosa, em cantaria de ornatos, sobre o qual se rasgam três janelas iluminantes, entre acrotérios decorativos, coroadas de áticas; o frontão, com óculo, e ladeado por acrotérios
Joshua Benoliel, in AML

O interior, integralmente recuperado aquando da demolição da antiga igreja, mostra o típico espectáculo da «arte barroca total» que caracteriza os espaços portugueses dos séculos XVII e XVIII, com sete altares de talha dourada do chamado Estilo Nacional, tecto com apainelado de caixotões de pintura com cenas da Vida da Virgem e alegorias bíblicas, o revestimento integral de superfícies recorrendo à conjugação de linguagens díspares, a escultura de vulto dos altares e ciclo de telas tenebristas de pintores como Bento Coelho da Silveira e António Machado Sapeiro. O segundo altar da banda direita preserva uma pintura mais antiga, «Santa Irene sarando as feridas de São Sebastião», do fim do século XVI, obra do pintor maneirista Diogo Teixeira. Na sacristia, encontra-se uma rara representação de Santo António de Lisboa em tela provavelmente quinhentista.²

Igreja Paroquial de Nossa Senhora dos Anjos [post. 1941]
Avenida Almirante Reis
A igreja dos Anjos reveste-se de semblante seiscentista, rico de talha dourada 
e aquecido de telas que quase por int ro cobrem as paredes. 
Mário de Oliveira, in AML

Bibliografia
¹ ARAÚJO, Norberto de, Inventário de Lisboa: Monumentos históricos, Fasc. XII, 1950.
² Direcção Geral do Património Cultural: DGPC

5 comments:

  1. Hi just wanted to give you a brief heads up and let you know
    a few of the images aren't loading correctly. I'm not sure
    why but I think its a linking issue. I've tried it in two different internet browsers and both show the same outcome.

    ReplyDelete
  2. You actually make it seem so easy with your presentation but I find this matter to
    be really something that I think I would never understand.
    It seems too complex and very broad for me.
    I am looking forward for your next post, I'll try to get the hang of it!cheap jerseys

    ReplyDelete
  3. Whɑt's ᥙp colleagues, pleaant article аnd good
    urging commented һere, I am trruly enjoying Ƅy thesе.

    ReplyDelete
  4. You should take part in a contest for one of the greatest blogs on the web.
    I am going to recommend this site!

    ReplyDelete
  5. I believe everything posted was very reasonable.
    However, think about this, what if you were to create a killer headline?
    I am not saying your information isn't good, however suppose you added a post title to maybe
    grab folk's attention? I mean "Igreja paroquial dos Anjos" is kinda plain.
    You might glance at Yahoo's home page and note
    how they create news titles to grab viewers to open the
    links. You might add a related video or a pic or two to get readers excited about what you've got to say.
    In my opinion, it would bring your posts
    a little livelier.

    ReplyDelete

Web Analytics