domingo, 21 de agosto de 2016

Convento do Sacramento

Estamos na Rua. do Sacramento. Antecedido por um pátio, defendido da rua por uma cortina de grades, aqui tens um antigo casarão conventual, edifício dependente do Ministério da Guerra, que desde 1916 o destinou a Depósito de Material de Aquartelamento do Exército. [1]


 Perto de Alcântara, à Rua do Sacramento, encontra-se um edifício que foi convento de religiosas Dominicanas, o quarto mais antigo fundado pela Ordem. Por escritura do início do séc. XVll (1605), foram seus benfeitores D. Luís de Portugal e sua mulher, D. Joana de Castro e MendonçaCondes de Vimioso, que viriam a recolher-se à vida conventual na casa que a Ordem primeiramente possuiu em S Vicente de Fora. Foi portanto aí que em 1607, a Condessa de Vimioso e outras 6 freiras se congregaram: 4 do convento de Santa Catarina de Évora; 1 da Anunciada; 1 do convento de Jesus de Aveiro; tendo como prioresa Madre lsabel de Jesus.
Em 1612, D. Aleixo de Meneses, Primaz da Índia e de Espanha, lançou a primeira pedra do novo convento do Sacramento, mudando-se as freiras, 4 anos depois, para Alcântara. (...) Concluída a igreja em 1620, foi refeita em 1636 com arquitectura mais agradável, sob a direcção do vigário do Convento (e do Conselho Geral do Santo Ofício) Frei João de Vasconcelos.

Convento do Sacramento  (Convento do Santíssimo Sacramento/Convento dos Vimiosos) [c- 1940]
Rua do Sacramento, 51
Eduardo Portugal, in AML

Em 1614, outro casal trilhou o mesmo rumo conventual: neste Mosteiro professou  D. Madalena de Vilhena, sob o nome de Soror Madalena das Chagas, a mulher de D. João de Portugal (o Romeiro do drama «Frei Luiz de Sousa» de Almeida Garrett); D. Madalena de Vilhena, supondo seu marido morto em Alcácer Quibir, casara com D. Manuel de Sousa Coutinho, que foi depois o erudito Frei Luiz de Sousa, famoso dominicano. (ARAÚJO, 1939) Com o terramoto de 1755 sofreu o Convento do Sacramento estragos de pouca monta, segundo parace, em virtude dos «gigantes» que lhe sustentavam as paredes.
Após a extinção das Ordens Religiosas e a implantação da República, aqui se instalou a Academia das Ciências de Portugal, fundada por Teófilo Braga, passando depois para os militares, como Departamento Geral de Material de Aquartelamento.

Convento do Sacramento  (Convento do Santíssimo Sacramento/Convento dos Vimiosos) [1968]
Rua do Sacramento, 51
Arnaldo Madureira, in AML

Bibliografia:

[1] (ARAÚJO, Norberto de, Peregrinações em Lisboa, vol. IX, p. 13)

[2] (CAEIRO, Baltazar Mexia de Matos, Os conventos de Lisboa, p. 116)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Web Analytics