segunda-feira, 23 de maio de 2016

Mosteiro dos Jerónimos, Portal Sul

Construído entre 1516 e 1518, rasgado a Sul, ergue-se o esplendoroso portal da autoria de João de Castilho e seus oficiais, segundo o projecto de Diogo de Boitaca, constitui o centro visual da fachada do Mosteiro que se desenvolve paralelamente ao rio. Apesar da sua grande sumptuosidade é apenas uma entrada lateral.
A figura central deste pórtico é Nossa Senhora de Belém com o Menino, que é a invocação desta Igreja e Mosteiro, ostentando na mão o vaso das oferendas dos Reis Magos. Ladeando a Virgem, uma multidão de estátuas representa os Profetas, os Apóstolos, os Doutores e Padres da Igreja e algumas santas (ou talvez sibilas).
Nos tímpanos figuram duas cenas da vida de S. Jerónimo – com vestes de cardeal arrancando o espinho da pata do leão e como penitente no deserto. Sobre o tímpano estão representadas as Armas de Portugal.

Mosteiro dos Jerónimos, portal sul [1867]
Francesco Rocchini, in BNP

Mais abaixo, entre as portas geminadas da Igreja, uma estátua representa o Infante D. Henrique armado cavaleiro, em memória deste antepassado de D. Manuel I, fundador da Ermida do Restelo e grande impulsionador dos Descobrimentos. A porta, separada por um mainel, é sobreposta nos tímpanos por baixos relevos e pelas armas reais ladeados por esferas armilares. A parede sul é rasgada por amplas janelas e janelões que ladeiam o portal e deixam penetrar, no interior, a luz filtrada pelos vitrais coloridos de execução recente (séc. XIX-XX).
Dominando este conjunto, ao alto, a imagem do Arcanjo São Miguel. (mosteirojeronimos.pt)

Mosteiro dos Jerónimos, portal sul [1867]
Francesco Rocchini, in BNP

Sem comentários:

Enviar um comentário

Web Analytics