domingo, 14 de fevereiro de 2016

Mercado de peixe e hortaliças da Avenida 24 de Julho na Ribeira Nova

«O Mercado da Ribeira Nova há vinte anos era, quási exclusivamente, de peixe, e o das hortaliças e frutas arrumou-se até 1927 nuns barracões, entre a linha do caminho dc ferro, à qual se encostava por lado de terra, e a Avenida 24 de Julho. Êsse Mercado de frutas e verdes junto à linha férrea fôra originado por uma greve de liortaliceiras na Praça da Figueira.»
(ARAÚJO,
Norberto de, Peregrinações em Lisboa, vol. X, pp. 95 a 97)

Mercado de peixe na praça da Ribeira Nova, reprodução de gravura
Os mercados rapidamente são incorporados no cenário urbano e ganham, a partir de meados dos séculos XIX e início do XX, a característica de estarem directamente ligados às políticas públicas de fornecimento de mercadorias indispensáveis à sobrevivência quotidiana. 

Vendedeira de figos no mercado da Ribeira Nova [1910]
  Avenida 24 de Julho
Joshua Benoliel, in AML

O ganho chegava através de diferentes produtos - como hortaliças, cebolas, peixes, figos, castanhas, entre outros - comercializados não apenas nos mercados, mas também na venda ambulante pelas ruas e praças da cidade.

Venda de legumes no mercado da Ribeira Nova [1910]
  Avenida 24 de Julho
Joshua Benoliel, in AML

1 comentário:

  1. Prezados Senhores(as),

    Solicito; com toda educação, o envio de um e-mail específico ao qual eu possa entrar em contato alguns meses a frente.

    Obrigado pela atenção dispensada à esta mensagem.

    Fernando Tavares
    ww.tavarestraducoes.com.br

    cadmet@bol.com.br

    ResponderEliminar

Web Analytics