Monday, 23 November 2015

Edifício República, 25

Raro prédio de rendimento de gosto Arte Nova (1906), de grande qualidade arquitectónica e construtiva; sofreu demolição integral de interiores, e de fachadas de tardoz, em 2009. Este imóvel de gaveto foi alvo de uma reabilitação total, que passou pela construção de raiz de um novo edifício, com cinco caves de estacionamento, apenas mantendo a tradicional fachada.
Com cerca de 6.000 m2 de área bruta locável, o República 25, além das lojas, é ainda composto por seis pisos destinados a escritórios, cada um com uma área média de 900 m2. O edifício conta ainda com 98 lugares de estacionamento privativo e está equipado com modernas infra-estruturas, tornando-se num caso exemplar de reabilitação urbana no centro da cidade.
A nova agência do Santander Totta ocupa a loja de gaveto.

Avenidas da República e João Crisóstomo [post. 1906]
Fotógrafo não identificado, in AML

Era a Rua João Crisóstomo, que na República passou a Avenida, em homenagem João Crisóstomo de Abreu e Sousa (1811-1893) que foi general da arma de engenharia , político e par do Reino, Ministro das Obras Públicas (1864-65) integrante do elenco do Duque de Loulé, período em que reformou o ensino da engenharia civil e, Ministro da Guerra (1879) no ministério de Anselmo Braancamp . Após a queda do governo regenerador, devido á situação difícil criada pelo ULTIMATO Inglês de 1890, chefiou um efémero governo sem feição partidária. (cm-lisboa,pt)

No comments:

Post a Comment

Web Analytics