Sunday, 6 September 2015

Biblioteca da Academia das Ciências

Biblioteca localizada no antigo Convento de Jesus, ocupa o Salão Nobre da Academia das Ciências [2ª foto], que se destaca pelas pinturas do tecto, atribuídas a Pedro Alexandrino de Carvalho, pelo revestimento das paredes com estantes de talha dourada e pela galeria em redor de balaustrada contínua. Considerada uma das mais importantes bibliotecas do país, especialmente para a investigação nas áreas da Língua e Cultura Portuguesa, está aberta a membros da Academia, a outros académicos e cientistas e ao público em geral.

Academia das Ciências de Lisboa [1927]
Rua da Academia das Ciências, 19
Fotógrafo não identificado, in Arquivo do jornal O Século

Para além de obras modernas, integra a antiga biblioteca do referido convento, reunindo um espólio com cerca de 3000 manuscritos portugueses, árabes, espanhóis e hebraicos, e uma inestimável colecção de livros dos séculos XIV, XV, XVI e XVII. Acolhe, também, uma das mais completas colecções de periódicos de todo o mundo relacionadas com Ciências e Humanidades. Funciona, ainda, como Depósito Legal, onde um exemplar de todo o artigo, livro ou texto publicado em Portugal é arquivado. [cm-lisboa.pt]

Academia das Ciências de Lisboa, Salão Nobre da Academia [c. 1900]
Rua da Academia das Ciências, 19
Fotógrafo não identificado, in AML



























 
Parte da biblioteca está instalada num imponente salão, outrora conhecido por “Salão de Pedro Alexandrino” (homenagem ao autor dos frescos do tecto) e hoje o Salão Nobre da Academia, que faz parte de um edifício erigido após o terramoto de 1755 e acrescentado ao Convento, entretanto reparado dos danos sofridos. Foi inaugurado em 1795 pelo Príncipe Regente, D. João VI, e sua Esposa, D. Carlota Joaquina, representados em medalhão. São notáveis: a decoração das estantes, o conjunto de pinturas de Pedro Alexandrino, a própria mesa da Presidência, de madeira trabalhada, e o friso de bustos de personalidades notáveis que domina o espaço da cimalha. A Sala de Leitura – aberta, nos termos regulamentares, a Académicos, Investigadores e ao público em geral – tem vindo a prestar inestimáveis serviços de apoio à investigação em domínios muito diversos. O espólio está devidamente catalogado e em grande parte informatizado. A digitalização vai progredindo na medida das possibilidades. [acad-ciencias.

Academia das Ciências de Lisboa [post. 1933]
Rua da Academia das Ciências, 19
Estúdio Mário Novais, in F.C.G.

No comments:

Post a Comment

Web Analytics