terça-feira, 8 de setembro de 2015

Avenida 24 Julho e Calçada Ribeiro Santos

«A lanterna vermelha do americano, ao longe, no escuro, parara.
E foi em Carlos e em João da Ega uma esperança, outro esforço:
— Ainda o apanhamos!
— Ainda o apanhamos!
De novo a lanterna deslizou e fugiu. Então, para apanhar o americano, os dois amigos romperam a correr desesperadamente pela Rampa de Santos e pelo Aterro, sob a primeira claridade do luar que subia.»

(in Eça de Queirós, Os Maias, 1888)
Avenida 24 Julho e Calçada Ribeiro Santos [Início séc. XX]
Antigamente «Aterro da Bôavista»  e «Calçada (Rampa) de Santos»]
Chaves Cruz, in AML

O topónimo Calçada Ribeiro Santos, com a legenda «militante antifascista 1946-1972», foi oficializado por edital de 30/12/1974.
Membro do grupo de estudantes de Direito «Ousar Lutar, Ousar Vencer», dirigido pelo MRPP e integrou o núcleo desse partido da Faculdade de Direito, com João Isidro e Saldanha Sanches.
O seu assassinato por agentes da PIDE, nas instalações do ISCEF (actual ISEG), a 12 de Outubro de 1972, marcou o movimento estudantil contra a ditadura até ao 25 de Abril.

Calçada Ribeiro Santos [Finais séc. XIX]
Antiga Rampa de Santos aberta em 1859-1860

Fotógrafo: não identificado, in AML

Sem comentários:

Enviar um comentário

Web Analytics