quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Panorâmica da zona da Alameda D.Afonso Henriques

Monarca português (c.1108-1185), foi o primeiro rei de Portugal, governou entre 1128 e 1185. Era filho de D. Henrique de Borgonha e de D. Teresa de Aragão. Em 1128, no campo de S. Mamede (Guimarães), venceu os partidários de sua mãe e assumiu o governo. Em defesa do trono conquistou Santarém (1147) e, com a ajuda dos cruzados, a cidade de Lisboa (1147). Alargou depois as suas conquistas a Évora e a Beja.

Encimada pelos edifícios do Instituto Superior Técnico a Alameda D.Afonso Henriques, com 120 metros de largura, desce num vale e subindo novamente fecha condignamente com a Fonte Monumental. Ao longo dela ergueram-se, entre os anos 1936 e 1946, um conjunto de blocos de habitação. A Fonte Monumental além de valorizar os edifícios do Técnico, vinha proporcionar um excelente miradouro da obra realizada.

Panorâmica da zona da Alameda D.Afonso Henriques [post. 1929]Em último plano, o Instituto Superior Técnico e, mais abaixo, a Av. Almirante Reis.Pardal Monteiro, in AML

O conjunto arquitectónico do IST, foi concebido como uma "Acrópole" sobre o vale da avenida Almirante Reis e num dos extremos da Alameda Dom Afonso Henriques. O arquitecto foi Porfírio Pardal Monteiro, tendo sido inaugurado em 1935. O conjunto dos sete edifícios é exemplo importante do Modernismo Português e representa uma segunda fase na obra de Porfírio Pardal Monteiro onde a simplificação das formas e quase ausência de ornamentação são características fundamentais.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Web Analytics