Sunday, 26 July 2015

Rua da Esperança

«Esta Rua da Esperança, com carácter bairrista, despido de pitoresco, mas expressivo - e que deve seu nome ao nobre Convento da Esperança [...] foi reconstruída depois do Terramoto; dela saem, pelo lado Norte, agora à nossa esquerda, a Calçada do Castelo Picão, a Travessa das Izabéis, e a Travessa do Pasteleiro, bizarras e populares, que vão dar ao coração da Madragoa, e pelo lado Sul a já citada Travessa dos Barbadinhos». in ( (ARAÚJO,Norberto de, Peregrinações em Lisboa, vol. VII, p. 22)
Artéria anterior ao Terramoto de 1755, já que depois deste foi aberta a Calçada Marquês de Abrantes para descongestionar o trânsito que se fazia então pela Rua da Esperança.

Rua da Esperança, [Início do séc. XX]
O nº 46 corresponderá à loja de alfaiate que ali se vê à esquerda. Segue-se a Tv. do Pasteleiro e, ao fundo, a Avenida Dom Carlos I. Boa parte destes prédios ainda lá estão.
in A.M.L.

No comments:

Post a Comment

Web Analytics