quinta-feira, 30 de julho de 2015

Chafariz da Rua das Amoreiras

Pouco consegui apurar sobre este chafariz nº. 13, junto à Mãe d'Água das Amoreiras, excepto o facto de já existir em 1892 e ter sido demolido por volta de 1938. Ao que tudo indica, parece ter sido «primo» do antigo chafariz existente no jardim da Praça das Amoreiras, construído em 1794(?) por autor desconhecido. Segundo relatos da época «Belo era o chafariz das Amoreiras e mais vizinho do reservatório do Aqueduto». Além disso, e de acordo com o «Diário do Governo de Abril de 1822», tinha «4 Bicas, 3 Companhias, 3 Capatazes, e 13 dispensados, que faz 91 [aguadeíros].». 

Rua das Amoreiras, [post. 1870]
Fotógrafo não identificado, in A.M.L.


Planta de alinhamento da Rua das Amoreiras, 1892
Garcia, Frederico Ressano 1847-1911, engenheiro, in A.M.L

Um dado é certo: ambos chafarizes estavam erguidos em 1911, conforme se pode constatar na Planta Topográfica de Lisboa, da autoria de Júlio António Vieira da Silva Pinto e de Alberto de Sá Correia.

Levantamento da Planta de Lisboa: 1904-1911, [fragmento]
Júlio António Vieira da Silva Pinto e de Alberto de Sá Correia,  
in A.M.L.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Web Analytics