quarta-feira, 15 de julho de 2015

Avenidas de Berna e da República

Projectado em 1908 pelo arq. Norte Júnior, foi construído por Manuel Pires nos dois anos seguintes, traduzindo um exemplar de arquitectura residencial ecléctica, classificado como Imóvel de Interesse Público. De planta irregular em forma de duplo L e volumetria complexa, este edifício de gaveto desenvolve-se em quatro pisos (cave, r/c, 1º andar e sótão), destacando-se, no vértice da fachada, um torreão de secção circular, com cúpula bolbosa revestida a ardósia.

Avenida da República; Avenida de Berna, 1-1A, [post. 1908]
Paulo Guedes, in A.M.L.


O acesso ao edifício localiza-se no topo de uma escada abrigada sob loggia de três arcos, no braço menos extenso da fachada, virado à Avenida de Berna.
O ecletismo patente na linguagem arquitectónica e decorativa desta construção associa uma gramática Arte Nova, evidenciada no amplo janelão de vitral representando motivos florais, que se repetem em reboco e cantaria ao longo da fachada, com soluções de carácter mais classicista, nomeadamente o recurso a frontões triangulares e ao arco pleno no remate dos vãos, a profusão de elementos decorativos, que combinam volutas, jarrões e aletas, assim como as pilastras almofadadas, que definem a alternância dos planos da fachada, decoradas por motivos vegetalistas e concheados.

Avenida de Berna, 1-1A; Avenida da República, [post. 1908]
Paulo Guedes, in A.M.L.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Web Analytics