domingo, 28 de junho de 2015

Praça Luis de Camões

«Estava um dia de calor e Alípio, apenas avistou na porta o ventre enorme do desembargador, precipitou-se para lhe tirar o chapéu das mãos, perguntar-lhe pelas senhoras e oferecer-lhe um copo de orchata, bebida que o dr. Vaz Correia tinha sempre fresca, na saleta de dentro nos meses de Verão. "Quer V. Ex.ª um copo de orchata?". E o desembargador: "- Pois venha de lá a orchata. Vai de refresco.»
(in Eça de Queirós, O Conde de Abranhos)
Quiosques da Praça Luís de Camões [1908]
Joshua Benoliel, in AML

Sem comentários:

Enviar um comentário

Web Analytics