sexta-feira, 5 de junho de 2015

Arranha-céus do Areeiro

A Praça do Areeiro foi integrada no Plano de Alvalade e assume-se como uma representação emblemática do período do Estado Novo e da arquitectura monumental do arquitecto Cristino da Silva. O seu edifício principal é um prédio de rendimento de 12 pisos e cave, na altura apelidado de «arranha-céus do Areeiro», colocado no eixo de sentido Sul-Norte da Avenida Almirante Reis e no da planta da Praça em forma do escudo português das Cinco Quinas, marcando simetricamente o conjunto arquitectónico da Praça e distribuindo a derivação das duas avenidas. Um primeiro projecto é datado de 1949, devidamente aprovado, seguindo-se-lhe um outro que o altera em estrutura e pormenor, datado de 1952.
(in: CML- Cadernos do Arquivo Municipal, nº4, 2000. pp. 34-35)

Praça Francisco Sá Carneiro, 8-8B, esquina com as avenidas Padre Manuel da Nóbrega, 2-2C,
 e do Aeroporto, 1-1B [entre 1950 e 1970]
Amadeu Ferrari, in Arquivo Municipal de Lisboa

Sem comentários:

Enviar um comentário

Web Analytics